Aposentadoria bloqueada: saiba como proceder

Aposentadoria bloqueada: saiba como proceder

O bloqueio da aposentadoria não é um procedimento incomum no INSS. Isso acontece para que não ocorram fraudes. Porém, muitas vezes pessoas que não tem essa intenção acabam sofrendo essa consequência. Neste artigo, vamos explicar o motivo de isso ocorrer e como sair desse problema.

Aposentadoria bloqueada: saiba como proceder

O bloqueio da aposentadoria não é um procedimento incomum no INSS. Isso acontece para que não ocorram fraudes. Porém, muitas vezes pessoas que não tem essa intenção acabam sofrendo essa consequência. Neste artigo, vamos explicar o motivo de isso ocorrer e como sair desse problema.

Quando a aposentadoria é bloqueada?

O segurado pode ter a aposentadoria bloqueada quando não faz a prova de vida por mais de um ano. Esse procedimento é realizado todos os anos, e é definido pelo banco que faz o pagamento.

Todas as pessoas aposentadas no país devem fazer a prova de vida. De forma geral, ela serve para mostrar se o segurado ainda está vivo e comprovar que ninguém está recebendo o benefício de forma indevida.

Como fazer a prova de vida?

É bem simples. Basta ir até a instituição financeira responsável pelo pagamento de sua aposentadoria. É importante que o segurado pergunte qual é a data de vencimento, já que alguns bancos colocam no dia do aniversário, outros no dia do requerimento do benefício e assim por diante.

Caso o segurado não faça esse procedimento, corre o risco de ter a aposentadoria bloqueada e, após algum tempo, até cessada. Para aqueles que não dependem apenas do benefício e que não costumam checar o extrato bancário, é importante passar a ficar ligado.

Perdi o prazo, e agora?

Todos os anos, o INSS divulga um prazo final para aqueles que estão com pendências regularizarem suas situações. Além disso, caso o segurado tenha algum problema de saúde que o impeça de comparecer na prova, outra pessoa pode fazer isso por ele. Basta ter uma procuração assinada pelo beneficiário.

Quem perdeu até mesmo o prazo final, deve ir até o banco o mais rápido possível para regularizar a situação. Assim que estiver regularizada, o próprio banco informa o INSS e o benefício volta a ser concedido.

Conclusão

O processo de prova de vida não é burocrático e é uma medida preventiva. Muitas famílias continuam sacando o benefício mesmo após a morte do aposentado. Quando o benefício é cessado logo depois do falecimento, uma grande economia pode ser atingida. Em 2017, por exemplo, mais de cem mil benefício foram cessados, gerando economia de R$ 1,2 bilhões de reais.

Portanto, não perca mais tempo. Se você está irregular ou conhece alguém que esteja, avise e compareça o quanto antes até o banco pagador. Se precisar de ajuda com qualquer processo de aposentadoria, é só falar conosco. Estamos sempre dispostos a ajudar!

Se você está passando por uma situação parecida e precisa de ajuda, é só falar conosco. Nós podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *